Sobre os noivos

Como é bom recordar! Conheça os detalhes da nossa caminhada até esse grande sonho do nosso casamento.

Como diz o ditado, "Deus escreve certo por linha tortas"... Foi mais ou menos assim que começou a nossa história.

Na festa do peão de 2009, cabia a minha pessoa recepcionar os convidados da festa. Recebi vários convidados, sem que eu necessitasse demandar maiores atenções. Após terminar meus compromissos fui para o que eu mais gostava, curtir... rsrs. Percebo então uma moça meio que incomodada com a conversa de um convidado dentro do camarote. Como bom moço que sou (mentira, fui pra olhar a Monique Alfradique que estava no camarote da Brahma em baixo), puxei conversa com a moça loira que estava quieta debruçada na grade do camarote. 

Acho que a irritação dela com o rapaz era tão grande, que logo que o show começou, a convidei para descer para perto do palco, e adivinha... aceitou...

Começava ai, segundo ela o seu calvário... kkkkk. Andar comigo a noite inteira, de mão dadas a força (ahan, sei)...

 E assim foi até eu a levar pra casa, ou pelo menos bem perto, porque a condição para deixá-la, era ganhar um beijo. Bingo... "Agora me passa seu telefone pra eu te ligar amanhã". Eis que ela me passa o celular da irmã. (A linha torta que tive que endireitar) Que raiva. Rsrs... 

Mas insisti, sou chato. Custei mas consegui falar com a bendita. Kkkk. "Vamos na festa hoje?" "Não sei, acho que não." Ligo e insisto, até que ouço: "Não sou de ficar não, se quiser tem que namorar". Oh sacanagem. Mas aceitei e daqui a mais alguns dias, essa história meio atrapalhada, toma um novo rumo. Terá um final feliz. Será o início de uma linda família, se assim Deus nos permitir.

O dia está chegando, o coração aperta e começa a passar um filme de tudo o que passamos para chegar até aqui. E como é bom relembrar cada pedacinho da nossa história de amor.